Mosteiro da Santa Cruz

Mosteiro beneditino tradicional em Nova Friburgo/RJ

VOZ DE FÁTIMA, VOZ DE DEUS Nº 22

01 de julho de 2017

Vox túrturis audita est in terra nostra”

(Cant. II, 12)

Muitos homens eminentes já se perguntaram se os Papas conciliares são verdadeiramente Papas. Dom Lefebvre foi um deles. Mas perguntar-se é uma coisa; afirmar é outra. Dom Lefebvre não o afirmou. Ele não o afirmou porque ele não tinha as premissas que permitissem afirmar que os Papas conciliares não eram Papas. Se não se têm as premissas, a conclusão não se segue. Por isso, Dom Lefebvre não tirou esta conclusão. Nós também não a tiramos. Na dúvida, é melhor respeitar a posse de quem detém o cargo. A perda do pontificado é algo complexo. Os teólogos, o Direito Canônico, os Papas, a História, a Sagrada Escritura e o bom senso nos convidam a uma grande prudência na matéria. Esta foi a atitude de Dom Lefebvre, modelo de todos os que resistem ao modernismo e que trabalham para o triunfo do Cristo Rei. Sigamos seu exemplo.

+ Tomás de Aquino OSB

U.I.O.G.D

AtualidadesFátimaTextos

admin • 7 de julho de 2017


Previous Post

Next Post

Translate »