Mosteiro da Santa Cruz

Mosteiro beneditino tradicional em Nova Friburgo/RJ

VOZ DE FÁTIMA, VOZ DE DEUS Nº 41

02 de dezembro de 2017

 

Vox túrturis audita est in terra nostra”       

(Cant. II, 12)

 

Marta e Maria – I

 

“No princípio era o Verbo, eis Aquele que Maria escutava, e o Verbo se fez carne, eis Aquele que Marta servia. Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será retirada. Não que tua parte seja ruim, Marta, mas a de Maria é melhor”.

Santo Agostinho nos exorta assim a preferir a contemplação à ação, pois esta é a melhor parte e para ela devemos nos inclinar e a ela devemos conduzir o nosso próximo.

Na vida contemplativa, ensina Santo Tomás, o homem oferece sua alma em sacrifício a Deus. Este é o sacrifício que mais lhe agrada, pois nele é oferecido o que o homem tem de mais elevado, ou seja, a sua alma. Por esta razão, o homem, ao aplicar-se ou  levar o próximo a aplicar-se à contemplação, torna-se mais agradável a Deus do que se consagrando à ação.

A vida contemplativa é um sacrifício e seu ato principal é a missa, na qual todos nós devemos oferecer-nos a Deus em união com Nosso Senhor Jesus Cristo, sacerdote e vítima.

Quem não tem a missa não deve desesperar-se. A recitação e meditação do Santo Rosário, feita em união com Aquele que se oferece sem cessar sobre nossos altares, introduz a alma na contemplação.

 

 

 

+ Tomás de Aquino OSB

 

 

 

 

 

U.I.O.G.D

AtualidadesFátimaTextos

Arsenius • 2 de dezembro de 2017


Previous Post

Next Post

Translate »