Mosteiro da Santa Cruz

Mosteiro beneditino tradicional em Nova Friburgo/RJ

O Papa Francisco

+ PAX   O Papa Francisco   O grande escritor Gustavo Corção escreve em seu livro “O Século do Nada”: “Perguntando ao mar, as árvores, ao vento, o que querem esses homens que se agitam e meditam coisas vãs, parece-me ouvir uma resposta de pesadelo. Eles querem produzir uma sinarquia, uma espécie de unanimidade, uma…

Continue Reading

O FIM DO HOMEM – A Importância

I – O FIM DO HOMEM A Importância   2 – Quando importa conseguir o fim   2.1 – É a questão mais importante   No castelo de Betânia – Jesus entrou um dia na casa de Lázaro, seu amigo, que morava no castelo de Betânia. Lá estavam as duas irmãs de Lázaro, Marta e…

Continue Reading

A Espiritualidade do Concílio

Por Gustavo Corção, publicado n’O Globo em 4-9-76   ANTES DE QUALQUER consideração sobre o que aconteceu ontem em Lille ou amanhã acontecerá em Roma ou Paris, é indispensável a recolocação dos eixos principais do affaire Lefebvre: em todos os textos esse dramático desenlace de um amontoado de equívocos e erros é apresentado como uma…

Continue Reading

O FIM DO HOMEM – Os Prazeres do Mundo

I – O FIM DO HOMEM Os Prazeres do Mundo   1.1 – Os Prazeres do Mundo não satisfazem o homem   Salomão – Salomão experimentou todos os prazeres da vida. Ninguém mais do que ele foi bem servido, glorioso, afamado na terra; ninguém experimentou mais distrações de caças e músicas; mais prazeres da mesa…

Continue Reading

A hora é de reler.

Por Gustavo Corção, publicado n’O Globo em 16-09-76 CONTINUAMOS as transcrições comentadas de artigos publicados na França em torno do affaire Lefebvre que ainda é o assunto debatido com apaixonado interesse. A de hoje, da autoria do Pe. Bruckberger, frade dominicano da boa cepa, que foi amigo e confessor de Bernanos, e ainda em 1973…

Continue Reading

O FIM DO HOMEM – Qual o nosso fim?

I – O FIM DO HOMEM   1 – Qual o nosso fim?   Diógenes e os três sestércios – Diógenes, filósofo grego, armou numa praça de Atenas uma barraca com este letreiro: “Aqui se vende sabedoria”. Quem passava por ali olhava e ia adiante rindo. Mas um senhor, folgazão, que viu o letreiro, deu…

Continue Reading

1 2 3 64
Translate »